Lactobacillus – Perda de peso, imunidade e bem-estar

Lactobacillus – Perda de peso, imunidade e bem-estar

Lactobacillus são micro-organismos que habitam nosso intestino e são indispensáveis para o equilíbrio de diversas funções e estado geral do organismo.

Do contrário ao que podemos pensar, essas “bactérias” dentro da nossa microbiota (flora intestinal) não significa sinal de doença, e sim uma potente “arma” para o bom funcionamento.

Quando adoecemos e fazemos o uso de antibióticos, além desse tipo de tratamento retirar as bactérias que estão causando a doença, elas acabam matando também as que nos protegem e ajudam a equilibrar favoravelmente a nossa microbiota.

Quando desequilibramos nossa microbiota (flora intestinal) chamamos de DISBIOSE. Com esse desequilíbrio de “bactérias do bem”, podemos estar superpopulando de bactérias maléficas, que são capazes de diminuir a absorção de vitaminas e minerais vindas da ingestão de alimentos, podendo resultar em sobrepeso.

A disbiose também inibe a formação de vitaminas produzidas no intestino, como a B12, e permite o crescimento desordenado de fungos e bactérias capazes de afetar o funcionamento do organismo.

Alguns sintomas indicativos para este tipo de situação são:

  • Prisão de ventre;
  • Gases;
  • Cólicas;
  • Diarréia;
  • Candidíase;
  • Desconforto abdominal;
  • Inchaço;
  • Sobrepeso.

A suplementação com lactobacillus além de favorecer a absorção de nutrientes, melhoram o sistema imune, diminui alergias alimentares, distúrbios gastrintestinais, auxiliando no combate a diarréia, formação de gases e até mau hálito.

Para podermos estar de bem com o nosso organismo e ainda dar aquela ajudinha para a perda de peso é de suma importância que tenhamos como aliados essas bactérias do bem e espantar apenas aquelas que, de fato, nos fazem mal.

Para maiores informações consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

Referências:

1.Pascoal Valéria, Naves Andréia, Fonseca Ana Beatriz. Nutrição Clínica Funcional: dos princípios à prática clínica. 1a edição. São Paulo. 2007;
1.ncbi
2.scielo 
3. BVS
ZMA – Desempenho muscular e aumento de massa

ZMA – Desempenho muscular e aumento de massa

O suporte nutricional é importante para a construção da base para músculos fortes, e para garantir a recuperação e o conforto muscular.

O zinco e o magnésio são minerais importantes em muitas vias metabólicas e processos enzimáticos que afetam a força muscular, a função e a energia. A deficiência desses minerais pode afetar o desempenho e a recuperação muscular.

ZMA é uma fórmula de suporte mineral, contendo uma forma altamente biodisponível de zinco, aspartato de magnésio e vitamina B6.

O conjunto desses ativos é capaz de aumentar os níveis de testosterona total, livre e IGF1, aumentando a potência muscular e desempenho físico.

Devido à eficácia documentada no aumento dos níveis de testosterona esse é o suplemento ideal para ser utilizado como uma alternativa segura e natural ao uso de pró-hormônio. ZMA também auxilia na melhora da qualidade do sono. Uma boa noite de sono é fundamental para promover a recuperação do tecido muscular e ativar a liberação do hormônio do crescimento.

O corpo libera quantidade máxima de GH (hormônio do crescimento) a cada noite, por volta de 90 minutos depois de dormir e, sendo assim, é fundamental que esses minerais e elementos (zinco, magnésio e vitamina B6) estejam disponíveis para serem usados pelo organismo nesse momento, ajudando no processo de recuperação do tecido muscular no pós-treino. Esse descanso e o suporte de minerais e vitamina é tão importante quanto a prática do exercício, pois melhorando a função muscular e a resistência, o resultado no desempenho físico será mais eficaz.

A manutenção da força é vital não somente para praticantes de atividades físicas, mas também pensando em um envelhecimento saudável, pois ajuda a manter a condição física, mobilidade e qualidade de vida de acordo com a idade, podendo ser usado por homens e mulheres.

Para mais informações consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

Quer adquirir o seu ZMA? Dê uma conferida na nossa loja virtual.

ZMA – 90 CÁPSULAS – MAX TITANIUM

Vegan Protein

Vegan Protein

Mix de proteínas vegetais ideais para Veganos e Vegetarianos

Cada vez mais a busca por um modelo ideal de saúde tem despertado o interesse por uma alimentação mais saudável e que atenda as necessidades nutricionais.

Ser vegetariano, nos dias de hoje, pode ir muito além do que uma simples dieta, envolvendo valores éticos, religiosos e culturais. O vegetarianismo é subdivididos em grupos:

  • Ovolactovegetarianos – Que baseia-se em um de dieta vegetariana, podendo comer algum alimento de origem animal (ovos, leites, iogurtes e queijos);
  • Lactovegetarianos – Não consomem ovos ou produtos com ovos;
  • Vegetarianos estritos – Que além de não consumir carnes, como os grupos acima, ainda não consomem ovos (ou produtos que o contenham), laticínios (leite, queijo, iogurte), enfim, nada de origem animal.
  • Veganos – Que são na verdade vegetarianos estritos, que além de não consumir nada de origem animal, não usam roupas, produtos de beleza ou qualquer outra coisa que seja oriundo da exploração animal.

O fato é que independente de qualquer escolha dos grupos, é fundamental que a proteína esteja presente nas refeições.

As proteínas têm papel fundamental no nosso organismo, como defesa, reparação de tecidos, produção de enzimas, hormônios, neurotransmissores, a reposição de gasto energético entre outros.

Os alimentos de origem animal, que contém proteína, são considerados de alto valor biológico, ou seja, são absorvidos e utilizados pelo organismo de forma fácil e eficiente.

Os vegetarianos estritos, que não comem carnes ou outros alimentos de origem animal, devem combinar grãos e cereais para tornar a refeição mais rica em proteínas.

Vegan Protein (2)

Vegan protein é a combinação perfeita de proteínas vegetais do arroz e ervilha e apresenta um perfil ideal de aminoácidos essenciais de BCAA (Leucina, Isoleucina e Valina). De fácil digestão e hipoalergênico, o Vegan

Protein, pode ser consumido por intolerantes a lactose, proteína do leite, soja e ao gluten, oferecendo importante suporte protéico, para vegetarianos e veganos.

Para maiores informações consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

Referencias: 
1.www.veganismo.org.br
2.www.svb.org.br – Sociedade Vegetariana Brasilrira 
3. www.guiadenutricao.com.br; 
4. www.embrafarma.com.br; 
5. https://periodicos.ufsc.br/index.php/interthesis/article/viewFile/1807-1384.2013v10n1p237/24902