Pantogar – Fim da queda de cabelo!

Pantogar – Fim da queda de cabelo!

Queda de cabelo é um problema que afeta milhões de pessoas no mundo. Enquanto perder 100 a 150 fios por dia é considerado normal, a queda exagerada tem impacto significativo na aparência e na saúde tanto de mulheres quanto de homens. Toda alteração que afete o couro cabeludo e os cabelos de uma pessoa mexe diretamente com a auto-estima; situação que faz muitos procurarem uma solução rápida para o problema.

O ciclo de vida do fio do cabelo é composto por três fases.  A primeira chamada de fase anágena é a fase do crescimento que dura de dois a seis anos. Essa fase é essencial para a formação do cabelo saudável, pois o metabolismo da raiz está em grande atividade e garante a rápida divisão celular dos fios, contribuindo para a formação de novos cabelos e crescimento saudável.  A segunda, fase catágena conhecida como fase de transição dura em média três semanas, é onde a divisão das células capilares diminui e os fios param de crescer. A terceira fase denominada telógena, é a fase de repouso, onde acontece a queda dos fios, que dura três a quatro meses.

A queda de cabelo pode ter razões variadas e pode ocorrer em qualquer idade, por alterações hormonais, deficiências nutricionais, situações de estresse e ansiedade e até mesmo por uma reação alérgica a produtos cosméticos. Nessas situações o mecanismo da fase anágena é interrompido e o fio não completa seu ciclo de vida natural, gerando a queda de cabelo.

A boa notícia é que existem muitas opções de tratamentos capilares, que vão desde o tratamento oral até soluções capilares e xampus para queda de cabelo. O objetivo da terapia é ativar o metabolismo capilar para que se formem novas células na raiz e o cabelo retorne à fase de crescimento.

A formulação denominada Pantogar é composta por um mix de substâncias fortificantes que contém vitaminas e aminoácidos que combatem a queda e fazem o cabelo voltar à fase de crescimento estimulando a formação de novas células. Pantogar possui também em sua composição a proteína queratina que é um conjunto de aminoácidos que tem a função de envolver o fio e o tornar mais resistente e reestruturado, além de restabelecer o equilíbrio das fases do cabelo e ativar o funcionamento natural da raiz do cabelo.

Pantogar trás outros benefícios à saúde:

– Fortalece as unhas, acelerando seu crescimento (unhas quebradas, rachadas e fracas);

– Crescimento de cabelo quebradiço, fino e sem vida;

– Auxílio na reparação do cabelo danificado por radiação solar;

– Reestrutura os cabelos danificados por procedimentos estéticos.

Para mais informações, consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

UC-II – Descubra como acabar com as dores da osteoartrite

UC-II – Descubra como acabar com as dores da osteoartrite

A osteoartrite é a mais comum das doenças reumáticas que se manifesta em ambos os sexos na população. É uma doença que afeta as articulações e tem como característica a degeneração das cartilagens acompanhada de alterações das estruturas ósseas. As regiões mais atingidas são: mãos, joelhos, coxofemorais e coluna, um dos sinais é o aumento de conteúdo de líquido no interior do tecido cartilaginoso em uma ou mais articulações. A cartilagem é um dos tecidos conjuntivos primários do corpo, proporcionando flexibilidade e suporte para as articulações ósseas.

Em casos de artrite primária, normalmente não são conhecidas as causas, mas se sabe que a obesidade e esforços físicos repetitivos são fatores de risco para a doença. Já os casos secundários podem ser causados por traumas, doenças reumatológicas inflamatórias, necrose óssea, injeções intra-articulares repetidas de cortisona, doenças congênitas do esqueleto, doenças metabólicas e endócrinas, e de enfermidades em que haja comprometimento dos nervos periféricos.

Os sintomas podem permanecer leves ou mesmo desaparecer por longos períodos. O mais importante é a dor nas articulações, que costuma aparecer aos poucos sem apresentar sintomas específicos e aumenta de intensidade no decorrer dos anos. Caracteristicamente, nas fases iniciais da doença, ela surge com o movimento e vai embora com o repouso. O enrijecimento e diminuição da mobilidade articular estão também entre os sinais mais possíveis da osteoartrite.

O colágeno é uma proteína fibrosa presente na pele, tendões, ossos, dentes, vasos sanguíneos, intestinos e cartilagens. Também é encontrada em diversos tecidos animais. O UC-II é um colágeno do tipo II, não desnaturado, derivado da cartilagem de frango. A principal proteína estrutural responsável pela tração e firmeza do tecido cartilaginoso é o colágeno tipo II. No caso da osteoartrite, por se tratar de uma doença auto-imune, o próprio organismo acaba por não reconhecer o colágeno tipo II, levando a produção de enzimas colagenase provocando a quebra da cartilagem, que tem por consequência a inflamação e dor. Nesse caso, uma das maneiras de ajudar o corpo a repor a proteína perdida é por meio de suplementação da mesma.

O UC-II contribui para que o organismo reconstitua a cartilagem articular, mantendo a saúde das articulações, promovendo maior conforto das articulações inflamadas, colaborando com a mobilidade e flexibilidade das articulações, melhorando assim a qualidade de vida para as atividades diárias.

Para maiores informações, consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

Açafrão no combate à compulsão alimentar

Açafrão no combate à compulsão alimentar

A compulsão alimentar é considerada um transtorno alimentar, que afeta de 2 a 4% da população em geral; 6% dos obesos e mais da metade dos obesos mórbidos, segundo a Associação Americana de Psiquiatria. Comer em excesso é consequência de um distúrbio químico derivado de um desequilíbrio no mecanismo da fome e da saciedade. A cada quatro pessoas com compulsão, três são obesas. Em geral, a compulsão alimentar está associada a sentimentos de ansiedade, estresse e depressão. Como consequência 75% das pessoas acometidas de estresse e ansiedade, sofrem um distúrbio químico nos mecanismos da saciedade e ganham muito peso, pois consomem mais calorias do que necessitam por dia, principalmente na forma de doces e gordura. Isso afeta a autoestima, e aumenta ainda mais o estresse e ansiedade.

Atualmente, estratégias naturais têm ganhado destaque como alternativa para tratamento e prevenção de diversas patologias. Saffrin é um extrato verdadeiro do açafrão extraído do estigma da flor de Crocus sativus L. considerado inovador e seguro redutor de apetite, devido sua atividade de inibir a recaptação de Serotonina, promovendo a perda de peso e o controle da saciedade, além de reduzir a ansiedade contribuindo para o equilíbrio emocional. Saffrin reduz a sensação de fome, compulsão alimentar e contribui para um equilíbrio emocional, também apresenta atividade digestiva, anti-inflamatória e tem sido utilizado no tratamento de transtornos cerebrais para o controle do estresse e benefício no tratamento da depressão e no tratamento da síndrome pré-menstrual, proporcionando alívio antes e durante a menstruação. Possui também propriedade antioxidante, pois neutraliza a ação dos radicais livres.

Neste contexto o Saffrin contribui para uma melhora significativa do bem estar físico e mental prevenindo assim os efeitos negativos da compulsão alimentar e da ansiedade.

Para mais informações consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

Intolerância à Lactose – Aprenda a conviver com ela!

Intolerância à Lactose – Aprenda a conviver com ela!

Nos dias atuais o diagnóstico para intolerância à lactose tem sido mais frequente. Por que isso tem acontecido? Será que as pessoas começaram a desenvolver essa intolerância apenas agora? Não, a resposta é bem simples. O desconforto causado pela intolerância à lactose, em sua maioria, por não ser tão agressiva quando comparado a alergia à lactose, onde em casos mais severos pode levar a morte, passou despercebido devido ao seu baixo grau de letalidade e os sintomas inespecíficos, podendo ser facilmente confundido com problemas gastrointestinais.

Com o passar dos anos e com estudos mais relevantes sobre a lactose e as possíveis manifestações indesejadas em nosso corpo, desvendou-se muitas curiosidades até então não muito esclarecidas.

A lactose é um carboidrato que está presente no leite e seus derivados, formado por dois carboidratos menores, a glicose e a galactose e que devem ser adequadamente digeridas para ser absorvida.

O leite humano contém de 6 a 8% dessa substância e o leite de vaca de 4 a 6%. Pesquisas mostram que 70% dos brasileiros apresentam algum grau de intolerância à lactose que pode ser leve, moderado ou grave, segundo o tipo de deficiência apresentada. A dieta habitual de um adulto contém cerca de 300 gramas de açúcares (carboidratos). Destes, cerca de 52% são amido (presente em cereais, arroz e batatas), 37% são sacarose (presente no açúcar comum), 5% são lactose (presente no leite e seus derivados) e 3% são frutose (presentes nas frutas e no mel).

A lactose é grande demais para o corpo absorver sendo necessária a enzima lactase para quebrá-la em unidades simples, ou açúcares simples, permitindo ao corpo digeri-los e absorvê-los.

A intolerância à lactose é uma condição comum em que o corpo não produz enzimas lactasse suficientes para quebrar a lactose. Sendo assim, a pessoa que tem intolerância a lactose, desenvolverá sintomas dentro de 20 minutos a duas horas após consumir laticínios. Os sintomas mais comuns são dor no estômago, gases, distensão abdominal e câimbras. Sintomas mais extremos incluem diarreia, náusea e vômitos.

Existem três tipos de deficiências que causam a intolerância à lactose:
-Deficiência congênita: a criança nasce sem condições de produzir lactase.
-Deficiência primária: diminuição natural e progressiva na produção de lactase a partir da adolescência e até o fim da vida.
-Deficiência secundária: a produção de lactase é afetada por doenças intestinais, como diarréias, síndrome do intestino irritável, doença de Crohn, doença celíaca, ou alergia à proteína do leite, podendo ser temporária e desaparecer com o controle da doença de base.

O diagnóstico é feito pelo médico, observando os sintomas associados a ingestão de lactose. Ou podem ser realizados exames específicos (teste de intolerância à lactose, teste de hidrogênio na respiração e teste de acidez nas fezes).

Em geral, aos que são diagnosticados com intolerância a lactose aconselha-se reduzir o consumo de laticínios. Nos casos mais graves já existem produtos no mercado 0% lactose e ainda em casos mais severos, onde há a necessidade de se suspender totalmente o consumo de laticínios. Este último depois de um tempo sem o desconforto, o paciente pode voltar a reintroduzir gradualmente os laticínios na dieta, assim como fazer o uso de enzimas (lactase) em cápsulas, pó e sache, para que a quebra da lactose ingerida seja realizada e a mesma absorvida sem os desconfortos oriundos da deficiência dessa enzima.

Lembre-se o leite e seus derivados estão entre os alimentos com a maior quantidade de cálcio, nutriente importante no organismo, sendo fundamental na composição de ossos e dentes.

Portanto, para você que terá que lidar com essa situação, é importante que aprenda a fazer escolhas nutricionais inteligentes a fim de suprir as necessidades básicas do nosso organismo, como alimentos ricos em cálcio e livres de lactose, como: feijão, couve, brócolis, laranja, cenoura, queijo de soja (tofu), gergelim entre outros. Assim você e seu organismo poderão viver em sintonia.

Para mais informações consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

Fonte:

1. drauziovarella
2. abc.med

Tratamento de melasma e redução de pelos.

Tratamento de melasma e redução de pelos.

A cor da pele humana normal é influenciada principalmente pela produção de melanina, um pigmento castanho denso no qual assume o aspecto enegrecido, quanto mais concentrado.
Clinicamente, o melasma caracteriza-se por manchas acastanhadas, localizadas preferencialmente na face, embora possa acometer também região cervical, torácica anterior e membros superiores. Mulheres em período fértil e de fototipos intermediários representam as populações com maior incidência.
A pesquisa e o desenvolvimento de peptídeos na fabricação de cosméticos e medicamentos é uma realidade que vêm se aperfeiçoando.
TGP-2 PEPTÍDEO é um Oligopeptídeo derivado do Fator de Crescimento Transformador (TGF) que tem como propriedade diminuir a expressão da melanogênese devido à ação inibitória da síntese de melanina proporcionando o clareamento da pele e também retarda o crescimento de pelos simultaneamente.

Benefícios:
• Redução de melasmas/ cloasmas na pele;
• Clareadores para axilas, virilhas e buço;
• Redutor do crescimento de pêlos;
• Anti-aging
• Propriedades anti-inflamatórias e calmantes da pele

Para mais informações consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.